Por Gabriela Oliveira

Crise provocou união da arte com sorvete artesanal

Publicado sexta-feira, dezembro 15, 2017

 A crise econômica é ruim para todos, mas embute uma vantagem – pode despertar em cada um aquela semente empreendedora que muitas vezes carregamos sem nos dar conta. E, quando isso ocorre, é hora de semeá-la.

Foi o que aconteceu de 2014 a 2016. O Sebrae descobriu que, nesse período, foram abertas 11 milhões de novas empresas no Brasil, e a maioria por necessidade de garantir uma renda mensal já que emprego ficou difícil. E muitos brasileiros descobriram que unindo trabalho, paixão e, muitas vezes, seus “hobbies” preferidos, poderiam ter maior sucesso pessoal e financeiro do que naquela vida que levavam antes.

Essa realidade faz parte da história da Gelarteria – Gelato e Arte criada pelas proprietárias e irmãs Désirée e Gisele Sessegolo. Elas uniram duas paixões e as transformaram em oportunidade de negócio e inovação de mercado. O resultado foi a união entre arte e sorvete.

A ideia de criar uma gelateria, uma sorveteria artesanal italiana, e oferecer junto a experiência da arte, foi uma sacada ímpar das irmãs Sessegolo. Descendentes de italianos, da região do Vêneto, Gisele, bióloga, sempre nutriu uma paixão imensa pelo gelato artesanal italiano. Já Désirée, designer, somou à ideia o seu trabalho artístico com vidros. São dois opostos que se juntaram em uma aposta – e deu certo.

“O que ficou muito claro para nós é que colocar
cultura no negócio encanta demais as pessoas”

A Gelarteria é um local onde as pessoas podem apreciar um sorvete artesanal tipicamente italiano, de qualidade, acompanhado por atividades artísticas como exposições, pocket shows envolvendo poesia, música, oficinas para as crianças.

“A gente hoje tem uma demanda bastante grande de artistas, designs, poetas, músicos, que precisam de um espaço para mostrar o seu trabalho; então a gente abre espaço para novos talentos. Isso é bem bacana, bem gratificante para a gente. Os artistas amam porque é uma oportunidade porque sempre sai alguma coisa em mídia, redes sociais. Então a gente vai juntando o sorvete, que é uma coisa boa, gostosa, à arte, que também é uma coisa que agrada às pessoas, e vai divulgando cultura junto.”

 PESQUISA DE CAMPO – A aventura de iniciar um projeto dessa amplitude, sem nem ter noção de como se movimenta esse tipo de empreendimento, foi um obstáculo a ser superado pelas irmãs Sessegolo. Inicialmente houve uma série de pesquisas, tanto de procedimento de produção quanto de campo, público e concorrência, a serem feitas. O investimento inicial foi de R$ 200 mil.

 

Atualmente, Désirée e Gisele estão se preparando para inaugurar uma nova loja em Guaratuba, litoral do Paraná. A cidade, que possui 35 mil habitantes, normalmente recebe em torno de 420 mil durante a alta temporada. Désirée explica que esse negócio será o primeiro passo para uma expansão da rede, criando assim franquias da Gelarteria:

“Existem muitas sorveterias em Guaratuba mas o gelato tradicional não existia. Também o número de habitantes, hoje, na cidade, é em torno 35 mil pessoas, mas na alta temporada esse número passa para 420 mil, segundo a Secretaria de Turismo. Então a

nossa ideia, com a implantação dessa gelateria, essa que abrimos agora, que é grande, uma gelateria de primeiro mundo, é trazer visibilidade para buscar pessoas que queiram franquias do negócio.

Gisele, Désirée e gelateria de primeiro mundo

 FUTURO E CULTURA JUNTOS – A programação da Gelarteria é feita toda pela artista e design Désirée Sessegolo. Ela vai atrás de artistas que possuem um trabalho potencial, visita exposições, ouve indicações. A rede de franquias é um desejo para o futuro da Gelarteria – Gelato e Arte, e esse desejo leva junto a disseminação da cultura. Como finaliza Désirée:

 

“A gente tem a visão da franquia, muito fortemente. E na minha parte de galeria, eu quero divulgar bastante o meu trabalho. O meu trabalho em vidro é uma técnica que eu desenvolvi, uma técnica que é premiada no Brasil e no exterior, e que eu quero que cresça.  No espaço da Gelarteria existe um acervo com as minhas obras premiadas, para que as pessoas conheçam, para popularizar um pouco mais o meu trabalho. Também educar, para que elas comecem a entender o que é a obra […] Então eu quero que cresça o trabalho de vidro que é uma arte ainda pouco difundida no Brasil, que no exterior é muito forte, e seguir com as exposições dos artistas, dos designers que estão aí no mercado que têm muito talento e precisam de espaço para difundir seus trabalhos, e partir para franquias. E todas essas franquias que a gente fizer, vão levar junto uma galeria. Esse é o nosso objetivo, crescer e levar a cultura junto.”

 

 

A arte está em todo caminho dentro da Galerteria.

Se você for nosso assinante vai saber muito mais detalhes sobre as estratégias dos empreendedores para alcançar o sucesso, inclusive com a Gelarteria para cachorros. E também vai poder ouvir o áudio completo com o depoimento de Désirée Sessegolo.

 Se você já é nosso assinante, basta se logar por Aqui.   

Se não é, e deseja ser, o caminho certo é por Aqui. Seja bem-vindo.

 Saiba mais sobre a Gelarteria – Gelato e Arte – https://www.gelarteria.com.br/

e-mail para contato: desiree_sessegolo@hotmail.com | gisele.sessegolo@gelarteria.com.br